Revista eletrônica de divulgação holística. Artigos, crônicas e parábolas de abordagens científicas e espirituais. Um portal de acesso para o autoconhecimento, a meditação e a consciência de viver com plenitude no aqui e no agora.
  • Home  /
  • Patrocinado   /
  • TREINAMENTO EM MASSAGEM TERAPÊUTICA COM JAGANU – 12ª EDIÇÃO
TREINAMENTO EM MASSAGEM TERAPÊUTICA COM JAGANU – 12ª EDIÇÃO jaganu 1 - A Massagem Terapêutica é uma técnica de massagem profunda desenvolvida por Pragita e Jaganu há muitos anos em Brasília. Ela agrega diversos métodos tradicionais e contemporâneos –Massagem Ayurvédica,  Shiatsu, Manobra no Tecido Conjuntivo, Escovação, e o moderno método de abordagem corporal das Cadeias Musculares – Técnica GDS, uma técnica de ponta que integra o programa de […] Full view

A Massagem Terapêutica é uma técnica de massagem profunda desenvolvida por Pragita e Jaganu há muitos anos em Brasília. Ela agrega diversos métodos tradicionais e contemporâneos –Massagem Ayurvédica,  Shiatsu, Manobra no Tecido Conjuntivo, Escovação, e o moderno método de abordagem corporal das Cadeias Musculares – Técnica GDS, uma técnica de ponta que integra o programa de treinamento. Nesta décima primeira edição do já tradicional Treinamento em Massagem Terapêutica, com mais de 300 alunos formados, os novos participantes tomarão contato com uma das mais bem sucedidas e completas técnicas corporais da atualidade e poderão abrir novas perspectivas profissionais e pessoais, aprendendo a importância de habitar o próprio corpo, de proporcionar mais qualidade de vida e de criar novas formas de cuidar de si e do outro.

Observação convite: A primeira aula do Módulo I, dia 11 de agosto, sexta às 19h, será Aberta ao Público.

Módulo I - 11,12 e 13 de Agosto.  sexta das 19 às 23h, Sábado das 8 às 13 e das 16 às 22h. Domingo das 8 às 13 e das 15 às 18h.

cadeia6Leitura através do Método GDS

Godelieve Denys-Struyf é o nome da criadora do método GDS de cadeias musculares, ela era fisioterapeuta e criou esse método entre 1960 e 1970. Retratista, ela tinha o habito de desenhar os pacientes e, com o tempo estabeleceu uma conexão entre problemas posturais mais comuns e a ativação de determinados grupos de músculos e articulações. Após observar milhares de pacientes e elaborar um trabalho estatístico, ela descreveu seis tipologias, batizadas por siglas que resumem as cadeias musculares mais ativadas em cada caso e ela percebeu também, que a tendência a usar demais um ou outro grupo tinha relação com aspectos comportamentais. Para ela o corpo saudável é aquele que se adapta às diferentes situações com eficiência, de modo que nenhum grupo muscular fique sobrecarregado ou sem estímulo.

O Método considera seis formas primárias de expressão corporal ligadas aos grupos musculares que as produzem. São quatro formas principais e duas secundárias.

 

CADEIA POSTERIOR MEDIANA (PM)

O corpo está em desequilíbrio para a frente, a cadeia muscular posterior tem um papel primordial na manutenção da verticalidade, freando a queda do corpo para frente, mantendo assim, em equilíbrio. São grupos musculares principalmente posteriores e medianos, daí a abreviação PM. O corpo precipita-se para a frente, ao fazê-lo está respondendo a certas respostas comportamentais. Como decisão, atitude, ir buscar, impulso.

 

 

 

CADEIA ANTERO MEDIANA (AM)

O tronco está em perda de equilíbrio para trás, a atividade de grupos musculares anteriores garantem o equilíbrio e está associada à afetividade, ao sensorial, à necessidade de ser amado... São principalmente os músculos anteriores e medianos do tronco, por isso a abreviatura AM. O corpo parece querer recuar ou apoiar-se contra uma parede, ou sentar-se. Tem ligação com afetuosidade, acolhimento, posição fetal e necessidade de toque. Tem um papel fundamental na construção do ego e da consciência corporal.

 

CADEIAS POSTERO ANTERIOR e  ANTERO POSTERIOR (PA AP)

Nessa cadeia não há desequilíbrio, nem para frente nem para trás. PA-AP está no centro. Ocorre uma impulsão para cima em PA que tem maior facilidade na inspiração, uma impulsão para baixo em AP que demonstra melhor sensação na expiração, ou pode ocorrer uma associação entre as duas que denomina-se PA-AP. As três atitudes são subtensionadas muscularmente por uma mesma motivação: a necessidade de ser, da construção da individualidade e da busca do ideal em todos os níveis. Dois encadeamentos musculoaponevróticos subtensionam gerando essas três atitudes que, no seu funcionamento fisiológico, devem alternar suas respectivas atividades para manter o ritmo respiratório, manter o equilíbrio das massas, o eixo vertical e o centro de gravidade. As cadeias posteroanteriores PA entram em atividade na fase inspiratória e as cadeias anteroposteriores AP, na expiratória. Quando essas duas cadeias perdem a sua alternância fisiológica, é gerada a atitude PA-AP.

 

CADEIA POSTERO LATERAL (PL)

Corpo com base de sustentação larga, os grupos musculares agem principalmente na altura dos quadris e dos ombros. São, sobretudo, músculos abdutores e rotadores externos, cuja localização é posterior e lateral nos quadris e nos ombros (PL). As escolhas comportamentais ligadas a essa expansão lateral e a essa abertura anterior do corpo são as de uma pessoa extrovertida, caracterizada pela necessidade de estabelecer comunicação e voltada para a relação com o exterior, com pouca concentração. Essas cadeias favorecem a abdução e a rotação externa das raízes dos membros, gerando uma atitude arqueada e desdobrada.

 

 

CADEIA ANTERO LATERAL(AL)

O Corpo possui base de sustentação estreita, os grupos musculares estão essencialmente ativos nos quadris e nos ombros. São músculos adutores e rotadores internos localizados anterior e lateralmente na altura dos quadris e dos ombros. As escolhas comportamentais associados a esse estreitamento lateral do corpo e seu fechamento anterior, são os de uma pessoa introvertida, focada, reservada e cautelosa nas suas relações com exterior. Essas cadeias favorecem a adução, a flexão e a rotação interna da raiz dos membros, gerando uma atitude de recolhimento e podendo, no excesso, chegar a achatar o corpo no próprio eixo.

 

aaterapiaLeitura através da Tipologia Reichiana

Considerado pai das psicoterapias corporais Wilhelm Reich (1897 – 1957), foi médico-psicanalista que aventurou-se na compreensão da sexualidade e psicogêneses das neuroses. Reich se deparou com as dificuldades de muitos pacientes em obter a “cura” através dos métodos tradicionais de análise”. Concluiu então, que se tratavam de resistências provindas do caráter de cada paciente, às quais eram expressas não somente em termos de conteúdo, mas também de forma, através do comportamento típico de cada um, o modo de falar, andar, gesticular, etc. Dessa forma o trabalho analítico se tornava mais completo quando o caráter do paciente era analisado como um todo e não apenas a análise do sintoma isolado. Assim nasce a técnica de análise do caráter.

O caráter de uma pessoa se forma com base nos bloqueios sofridos nas etapas do desenvolvimento psico-emocional. Desde o momento da fecundação, o bebe atravessa algumas etapas em seu desenvolvimento que serão decisivas para a formação do seu caráter. Um estresse sofrido e uma ou mais etapas ira determinar o tipo ou traço de caráter e consequentemente a forma de funcionar dessa pessoa perante a vida.

Tipologias Reichianas

ESQUIZOIDE: Cisão no funcionamento da personalidade; Pensamento dissociado do sentimento; Tendência a evitar relacionamentos íntimos; Perda de contato da realidade; Energia retida longe da periferia do corpo (mãos, pés, rosto e genitais) que fazem contato com o meio externo – a energia não pode fluir adequadamente do centro do corpo para as extremidades, sendo bloqueadas por tensões situadas na base da cabeça, ombros, pelve e articulação dos quadris; Carga energética fraca, mas de matriz explosiva – cisão do corpo na altura da cintura, o que leva a uma não integração entre a metade superior e a inferior do corpo.

 

ORAL: Apresenta traços típicos da primeira infância: fraqueza, tendência à dependência, agressividade precária, sensação de incapacidade de cuidar-se; Em alguns casos, autonomia e independência excessivas podem servir como mecanismos; Carência afetiva – o discurso predominante é o da falta. Baixa carga energética; energia flui a periferia do corpo de modo precário; falta de energia e tônus na parte inferior do corpo; nível reduzido de excitação sexual.

 

 

PSICOPATA: O cerne da atitude caracterológica é a negação de sentimentos, diferindo do esquizoide, que o O ego (ou mente) volta-se contra o corpo e seus sentimentos, principalmente os de natureza. Grande acúmulo de energia na própria imagem; Necessidade de poder e controle; Necessidade de obter domínio sobre os outros. (Em relação a esse aspecto, a estrutura psicopata pode ser de dois tipos: tirânico ou sedutor.) No tipo tirânico há um deslocamento de energia em direção a extremidade cefálica do corpo, bem como consequente redução energética na parte inferior. Isso faz com que as duas metades do corpo sejam desproporcionais; a superior é mais larga; forte bloqueio muscular na altura do diafragma e da cintura, que impede que o fluxo energético e os sentimentos desçam. Excessiva carga energética na cabeça, denotando capacidade de excitabilidade mental (uma evidência desse padrão é o fato de tais indivíduos estarem sempre com a cabeça erguida, vigilantes.); olhos desconfiados e atentos.

MASOQUISTA: Sofrimento e lamúrias constantes; Atitude de submissão e passividade externa, contrastando com grande teimosia e rebeldia. Discurso de vítima das circunstancias; Sentimentos de inveja, negatividade, hostilidade e superioridade; Medo de explodir, de dar vazão aos seus sentimentos negativos. Órgãos periféricos pouco carregados devido a contenção interna; dificuldade de descarga energético-emocional; expressão afetiva limitada; impulsos estrangulados na altura do pescoço e da cintura, o que leva a esses indivíduos a experimentarem grande ansiedade; encurtamento do corpo em virtude da extrema repressão afetiva.

RÍGIDO: Cabeça ereta e coluna reta denotando altivez; Está sempre alerta contra situações em que possam aproveitar-se dele; Defende-se assumindo a contenção de seus impulsos de abertura rumo ao mundo externo; Utiliza a ênfase na realidade como defesa no impulso de ceder (prazer, descarga); Carga energética poderosa nas extremidades de contato com o exterior; contenção periférica, permitindo relativo fluir dos sentimentos, mas como limitada manifestação; ao lado da espasticidade dos músculos extensores e dos flexores há grande tensão nos músculos longo do corpo.

 

E são nessas fixações que as tipologias GDS e Rechianas se encontram, se confrontam e se apoiam na análise corporal e comportamental.

 

Módulo II - 25, 26 e 27 de Agosto. SEXTA DAS 19 ÀS 23H, SÁBADO DAS 8 ÀS 13 E DAS 16 ÀS 22H. DOMINGO DAS 8 ÀS 13 E DAS 15 ÀS 18H.

Aprendizado prático e teórico da massagem:

- Parte posterior

- Escovação

- Manobra do tecido conjuntivo

- Técnicas de reestruturação corporal

- Expressão por meio do movimento

- Orientação alimentar

- Noções de anatomia aplicadas às técnicas

- Respiração e Meditação

 

Módulo III e IV - 15,16 e 17 de Setembro 6, 7 e 8 de  outubro. SEXTA DAS 19 ÀS 23H, SÁBADO DAS 8 ÀS 13 E DAS 16 ÀS 22H. DOMINGO DAS 8 ÀS 13 E DAS 15 ÀS 18H.

Aprendizado teórico e prático da massagem:

- Parte anterior

- Organização e Manutenção do local de trabalho

- Reeducação do movimento

- Propriocepção e Meditação

O terapeuta: Jaganu – Luiz Guilherme Pena

Formado na Escola de Teatro Martins Pena (RJ). Formado em Cadeias Musculares – Método GDS, Biomecânica e Biometria pelos Centros GDS de SP, França e Bélgica.

Formações em Massagem Ayurvédica, Terapia da Respiração, Pulsation e Massagem Neuro Muscular.

Há mais de 20 anos trabalha como Terapeuta Corporal em sessões individuais e cursos regulares.

 

Investimento Treinamento: R$ 2.400,00 em 4x de R$ 600,00 (Ago/set/out/novembro) ou 5X de R$ 500,00 (Ago/set/out/nov/dez.)

Incluso:  

* Apostila Com aproximadamente 300 fotos e manobras descritas.

* Almoço Villa Vegana e lanche preparado pela produção.

Local: Clube de Meditação Amygo

Informações: com Yashoda 61 - 9 8130.9173 (whatsapp) ou pelo email jaganuiphone@gmail.com

 

TREINAMENTO EM MASSAGEM TERAPÊUTICA COM JAGANU – 12ª EDIÇÃO

A Massagem Terapêutica é uma técnica de massagem profunda desenvolvida por Pragita e Jaganu há muitos anos em Brasília. Ela agrega diversos métodos tradicionais e contemporâneos –Massagem Ayurvédica,  Shiatsu, Manobra no Tecido Conjuntivo, Escovação, e o moderno método de abordagem corporal das Cadeias Musculares – Técnica GDS, uma técnica de ponta que integra o programa de treinamento. Nesta décima primeira edição do já tradicional Treinamento em Massagem Terapêutica, com mais de 300 alunos formados, os novos participantes tomarão contato com uma das mais bem sucedidas e completas técnicas corporais da atualidade e poderão abrir novas perspectivas profissionais e pessoais, aprendendo a importância de habitar o próprio corpo, de proporcionar mais qualidade de vida e de criar novas formas de cuidar de si e do outro.

Observação convite: A primeira aula do Módulo I, dia 11 de agosto, sexta às 19h, será Aberta ao Público.

Módulo I – 11,12 e 13 de Agosto.  sexta das 19 às 23h, Sábado das 8 às 13 e das 16 às 22h. Domingo das 8 às 13 e das 15 às 18h.

cadeia6Leitura através do Método GDS

Godelieve Denys-Struyf é o nome da criadora do método GDS de cadeias musculares, ela era fisioterapeuta e criou esse método entre 1960 e 1970. Retratista, ela tinha o habito de desenhar os pacientes e, com o tempo estabeleceu uma conexão entre problemas posturais mais comuns e a ativação de determinados grupos de músculos e articulações. Após observar milhares de pacientes e elaborar um trabalho estatístico, ela descreveu seis tipologias, batizadas por siglas que resumem as cadeias musculares mais ativadas em cada caso e ela percebeu também, que a tendência a usar demais um ou outro grupo tinha relação com aspectos comportamentais. Para ela o corpo saudável é aquele que se adapta às diferentes situações com eficiência, de modo que nenhum grupo muscular fique sobrecarregado ou sem estímulo.

O Método considera seis formas primárias de expressão corporal ligadas aos grupos musculares que as produzem. São quatro formas principais e duas secundárias.

 

CADEIA POSTERIOR MEDIANA (PM)

O corpo está em desequilíbrio para a frente, a cadeia muscular posterior tem um papel primordial na manutenção da verticalidade, freando a queda do corpo para frente, mantendo assim, em equilíbrio. São grupos musculares principalmente posteriores e medianos, daí a abreviação PM. O corpo precipita-se para a frente, ao fazê-lo está respondendo a certas respostas comportamentais. Como decisão, atitude, ir buscar, impulso.

 

 

 

CADEIA ANTERO MEDIANA (AM)

O tronco está em perda de equilíbrio para trás, a atividade de grupos musculares anteriores garantem o equilíbrio e está associada à afetividade, ao sensorial, à necessidade de ser amado… São principalmente os músculos anteriores e medianos do tronco, por isso a abreviatura AM. O corpo parece querer recuar ou apoiar-se contra uma parede, ou sentar-se. Tem ligação com afetuosidade, acolhimento, posição fetal e necessidade de toque. Tem um papel fundamental na construção do ego e da consciência corporal.

 

CADEIAS POSTERO ANTERIOR e  ANTERO POSTERIOR (PA AP)

Nessa cadeia não há desequilíbrio, nem para frente nem para trás. PA-AP está no centro. Ocorre uma impulsão para cima em PA que tem maior facilidade na inspiração, uma impulsão para baixo em AP que demonstra melhor sensação na expiração, ou pode ocorrer uma associação entre as duas que denomina-se PA-AP. As três atitudes são subtensionadas muscularmente por uma mesma motivação: a necessidade de ser, da construção da individualidade e da busca do ideal em todos os níveis. Dois encadeamentos musculoaponevróticos subtensionam gerando essas três atitudes que, no seu funcionamento fisiológico, devem alternar suas respectivas atividades para manter o ritmo respiratório, manter o equilíbrio das massas, o eixo vertical e o centro de gravidade. As cadeias posteroanteriores PA entram em atividade na fase inspiratória e as cadeias anteroposteriores AP, na expiratória. Quando essas duas cadeias perdem a sua alternância fisiológica, é gerada a atitude PA-AP.

 

CADEIA POSTERO LATERAL (PL)

Corpo com base de sustentação larga, os grupos musculares agem principalmente na altura dos quadris e dos ombros. São, sobretudo, músculos abdutores e rotadores externos, cuja localização é posterior e lateral nos quadris e nos ombros (PL). As escolhas comportamentais ligadas a essa expansão lateral e a essa abertura anterior do corpo são as de uma pessoa extrovertida, caracterizada pela necessidade de estabelecer comunicação e voltada para a relação com o exterior, com pouca concentração. Essas cadeias favorecem a abdução e a rotação externa das raízes dos membros, gerando uma atitude arqueada e desdobrada.

 

 

CADEIA ANTERO LATERAL(AL)

O Corpo possui base de sustentação estreita, os grupos musculares estão essencialmente ativos nos quadris e nos ombros. São músculos adutores e rotadores internos localizados anterior e lateralmente na altura dos quadris e dos ombros. As escolhas comportamentais associados a esse estreitamento lateral do corpo e seu fechamento anterior, são os de uma pessoa introvertida, focada, reservada e cautelosa nas suas relações com exterior. Essas cadeias favorecem a adução, a flexão e a rotação interna da raiz dos membros, gerando uma atitude de recolhimento e podendo, no excesso, chegar a achatar o corpo no próprio eixo.

 

aaterapiaLeitura através da Tipologia Reichiana

Considerado pai das psicoterapias corporais Wilhelm Reich (1897 – 1957), foi médico-psicanalista que aventurou-se na compreensão da sexualidade e psicogêneses das neuroses. Reich se deparou com as dificuldades de muitos pacientes em obter a “cura” através dos métodos tradicionais de análise”. Concluiu então, que se tratavam de resistências provindas do caráter de cada paciente, às quais eram expressas não somente em termos de conteúdo, mas também de forma, através do comportamento típico de cada um, o modo de falar, andar, gesticular, etc. Dessa forma o trabalho analítico se tornava mais completo quando o caráter do paciente era analisado como um todo e não apenas a análise do sintoma isolado. Assim nasce a técnica de análise do caráter.

O caráter de uma pessoa se forma com base nos bloqueios sofridos nas etapas do desenvolvimento psico-emocional. Desde o momento da fecundação, o bebe atravessa algumas etapas em seu desenvolvimento que serão decisivas para a formação do seu caráter. Um estresse sofrido e uma ou mais etapas ira determinar o tipo ou traço de caráter e consequentemente a forma de funcionar dessa pessoa perante a vida.

Tipologias Reichianas

ESQUIZOIDE: Cisão no funcionamento da personalidade; Pensamento dissociado do sentimento; Tendência a evitar relacionamentos íntimos; Perda de contato da realidade; Energia retida longe da periferia do corpo (mãos, pés, rosto e genitais) que fazem contato com o meio externo – a energia não pode fluir adequadamente do centro do corpo para as extremidades, sendo bloqueadas por tensões situadas na base da cabeça, ombros, pelve e articulação dos quadris; Carga energética fraca, mas de matriz explosiva – cisão do corpo na altura da cintura, o que leva a uma não integração entre a metade superior e a inferior do corpo.

 

ORAL: Apresenta traços típicos da primeira infância: fraqueza, tendência à dependência, agressividade precária, sensação de incapacidade de cuidar-se; Em alguns casos, autonomia e independência excessivas podem servir como mecanismos; Carência afetiva – o discurso predominante é o da falta. Baixa carga energética; energia flui a periferia do corpo de modo precário; falta de energia e tônus na parte inferior do corpo; nível reduzido de excitação sexual.

 

 

PSICOPATA: O cerne da atitude caracterológica é a negação de sentimentos, diferindo do esquizoide, que o O ego (ou mente) volta-se contra o corpo e seus sentimentos, principalmente os de natureza. Grande acúmulo de energia na própria imagem; Necessidade de poder e controle; Necessidade de obter domínio sobre os outros. (Em relação a esse aspecto, a estrutura psicopata pode ser de dois tipos: tirânico ou sedutor.) No tipo tirânico há um deslocamento de energia em direção a extremidade cefálica do corpo, bem como consequente redução energética na parte inferior. Isso faz com que as duas metades do corpo sejam desproporcionais; a superior é mais larga; forte bloqueio muscular na altura do diafragma e da cintura, que impede que o fluxo energético e os sentimentos desçam. Excessiva carga energética na cabeça, denotando capacidade de excitabilidade mental (uma evidência desse padrão é o fato de tais indivíduos estarem sempre com a cabeça erguida, vigilantes.); olhos desconfiados e atentos.

MASOQUISTA: Sofrimento e lamúrias constantes; Atitude de submissão e passividade externa, contrastando com grande teimosia e rebeldia. Discurso de vítima das circunstancias; Sentimentos de inveja, negatividade, hostilidade e superioridade; Medo de explodir, de dar vazão aos seus sentimentos negativos. Órgãos periféricos pouco carregados devido a contenção interna; dificuldade de descarga energético-emocional; expressão afetiva limitada; impulsos estrangulados na altura do pescoço e da cintura, o que leva a esses indivíduos a experimentarem grande ansiedade; encurtamento do corpo em virtude da extrema repressão afetiva.

RÍGIDO: Cabeça ereta e coluna reta denotando altivez; Está sempre alerta contra situações em que possam aproveitar-se dele; Defende-se assumindo a contenção de seus impulsos de abertura rumo ao mundo externo; Utiliza a ênfase na realidade como defesa no impulso de ceder (prazer, descarga); Carga energética poderosa nas extremidades de contato com o exterior; contenção periférica, permitindo relativo fluir dos sentimentos, mas como limitada manifestação; ao lado da espasticidade dos músculos extensores e dos flexores há grande tensão nos músculos longo do corpo.

 

E são nessas fixações que as tipologias GDS e Rechianas se encontram, se confrontam e se apoiam na análise corporal e comportamental.

 

Módulo II – 25, 26 e 27 de Agosto. SEXTA DAS 19 ÀS 23H, SÁBADO DAS 8 ÀS 13 E DAS 16 ÀS 22H. DOMINGO DAS 8 ÀS 13 E DAS 15 ÀS 18H.

Aprendizado prático e teórico da massagem:

– Parte posterior

– Escovação

– Manobra do tecido conjuntivo

– Técnicas de reestruturação corporal

– Expressão por meio do movimento

– Orientação alimentar

– Noções de anatomia aplicadas às técnicas

– Respiração e Meditação

 

Módulo III e IV – 15,16 e 17 de Setembro 6, 7 e 8 de  outubro. SEXTA DAS 19 ÀS 23H, SÁBADO DAS 8 ÀS 13 E DAS 16 ÀS 22H. DOMINGO DAS 8 ÀS 13 E DAS 15 ÀS 18H.

Aprendizado teórico e prático da massagem:

– Parte anterior

– Organização e Manutenção do local de trabalho

– Reeducação do movimento

– Propriocepção e Meditação

O terapeuta: Jaganu – Luiz Guilherme Pena

Formado na Escola de Teatro Martins Pena (RJ). Formado em Cadeias Musculares – Método GDS, Biomecânica e Biometria pelos Centros GDS de SP, França e Bélgica.

Formações em Massagem Ayurvédica, Terapia da Respiração, Pulsation e Massagem Neuro Muscular.

Há mais de 20 anos trabalha como Terapeuta Corporal em sessões individuais e cursos regulares.

 

Investimento Treinamento: R$ 2.400,00 em 4x de R$ 600,00 (Ago/set/out/novembro) ou 5X de R$ 500,00 (Ago/set/out/nov/dez.)

Incluso:  

* Apostila Com aproximadamente 300 fotos e manobras descritas.

* Almoço Villa Vegana e lanche preparado pela produção.

Local: Clube de Meditação Amygo

Informações: com Yashoda 61 – 9 8130.9173 (whatsapp) ou pelo email jaganuiphone@gmail.com

 

Por: shakyamuni

27 Comentários

  • Bom dia Jaganu!!

    Procurei a massoterapia como uma extensão da minha profissão, já percebia os benefícios no final das sessões de treino e comecei a fazer alguns cursos para conhecer mais sobre as técnicas e praticas.
    Quando fui surpreendido ao fazer o primeiro curso de massoterapia, um curso que não só abriu minha mente para a massagem, mas para o autoconhecimento. Foram muitas vivencias e momentos maravilhosos com os facilitadores e colegas de curso, um aprendizado para vida. Uma visão do corpo muito diferente do que eu tinha antes, aprendendo a ver o corpo como um todo, analisar sua postura, seu deslocamento, como reflete no seu perfil para poder fazer uma abordagem acertiva e sem invadir a privacidade, sempre respeitando a individualidade.
    Todo o treinamento me ajudou muito como massoterapeuta, mas principalmente no meu desenvolvimento como ser humano, todas as vivencias, praticas e o conteúdo ministrado foram muito importantes para essa formação.
    Um curso completo para quem quer se tornar um massoterapeuta ou para quem busca o autoconhecimento!

    Peter Cavalhieri
    Empresário e Educador Fisico

    Responder
  • Participei de uma das últimas edições do Treinamento em Massagem Terapêutica com Jaganu e Pragita, foi um curso excelente. Aprendi técnicas de massagem muito eficazes e passei a ter uma nova percepção de meu próprio corpo, principalmente a partir do módulo de leitura corporal, que fez parte do conteúdo programático. Esse módulo foi da maior importância pra mim!
    Antes de fazer o curso eu tinha me beneficiado de um tratamento muito bem sucedido de hérnia de disco com o Jaganu. Portanto eu já conhecia por experiência própria a eficácia do método e das técnicas que seriam abordadas no treinamento.
    Durante todo o curso as aulas foram todas muito interessantes e proveitosas. Houve muita preparação física (que é superimportante) e um perfeito balanceamento entre prática de massagem, fundamentação teórica e vivências voltadas para a preparação emocional do massagista. A preparação física e emocional foi entre outros um grande diferencial do treinamento.
    Um outro ponto importante foi o convívio com o grupo, sempre num clima de muita confiança e respeito, que contribuíram bastante para o resultado final do trabalho.
    Ter feito esse curso foi e continua sendo para mim muito gratificante!
    Aloísio César
    Produtor Cultural

    Responder
  • Pingback: PSOAS: O MÚSCULO DA ALMA. | Estar em Si | Ciência e Espiritualidade

  • lady helena sampaio uchoa on

    Gostaria de estar sempre informada quanto a realização de Cursos.No Rio de Janeiro, quando
    Obrigada
    ,

    Responder
  • Sandra Mendes on

    Olá,
    Por favor, tem previsão desse curso na cidade de São Paulo?
    Ou indicação de algum lugar que dê esse tipo de curso aqui em SP?
    Obrigada, Sandra

    Responder
  • Olá
    Tenho interesse nesse curso, por favor vcs tem alguma previsao para realizá lo em BH ou São Paulo? Aguardo contato
    Obrigado
    Ana Miriam
    Tel 19 36514662

    Responder
  • Norma Helena on

    Bom dia ! Gostaria de poder participar desse curso… alguma possibilidade de ele acontecer em São Paulo ?? Por favor me informe… Grata

    Responder
  • Sou formada em Direito, eu e meu marido temos estritório de Advocacia há mais de 25 anos, fiz cursos da Cura Pranica, estou no nível Aratha e posso atuar como Psicoterapeuta, fiz outros cursos de autoconhecimento. Montei um Espaço com o nome Cuidar do Ser, onde temos como foco: Direitos Naturais e Fundamentais do Homem em Sua Essência. Cada qual, na sua área de trabalho com uma abordagem holística transdisciplinar. Nesta visão podendo ser desenvolvido os trabalhos nas seguintes profissões: Psicologia, Empresarial, Direito, Acupuntura, Assistente Social, Médicos, Terapeutas, Educadores em Geral, entre outras.
    Fiquei super interessada em conhecer uma massagista que trabalha com essa técnica para ser cuidada.
    Tem alguém para indicar? Moro em Sumaré perto de Campinas, Região Metropolitana de São Paulo. Agora, se tiver agenda para o curso nesta região, super interessada em fazer e divulgar para meus contatos. Gratidão Eterna. <3 🙂

    Responder
  • Alguém p indicar no rio de janeiro, q faça essa massagem?

    Responder
  • flavia solera on

    Alguma data prevista para ministrar o curso em São Paulo? Tenho muito interesse!!

    Responder
  • Muito interessante o curso, sou fisioterapeuta e fiquei encantada com essa forma de olhar e percerber melhor o corpo do outro e de si mesmo também! Gostaria de saber se o curso só é ministrado em Brasília ou em outros locais também ?!?! Sou de Pernambuco!

    Responder
  • Oi, sou formado em educação física, gostaria de saber se poderia estar fazendo o curso e onde teria aqui em Santa Catarina para se fazer.
    No aguardo, obrigado.

    Responder
  • Olá, gostaria de obter informação sobre o curso! Obrigada

    Responder
    • shakyamuni Autor do post on

      Oi Tatiana, já passe seu contato para a produtora, mas se vc acessá-la pelo facebook (Gyan Yashoda), tudo será mais rápido. Obrigado pelo contato e namastê.

      Responder
  • Pingback: TREINAMENTO EM MASSAGEM TERAPÊUTICA – VÍDEO | Estar em Si | Ciência e Espiritualidade

Deixe um comentário