Revista eletrônica de divulgação holística. Artigos, crônicas e parábolas de abordagens científicas e espirituais. Um portal de acesso para o autoconhecimento, a meditação e a consciência de viver com plenitude no aqui e no agora.
  • Home  /
  • Xamanismo   /
  • O CAMINHO DO PODER PESSOAL: PASSOS FIRMES E OLHAR FIXO EM FRENTE…COM PACIÊNCIA E IMPECABILIDADE, SEM EXPECTATIVAS E SEM AFLIÇÃO
O CAMINHO DO PODER PESSOAL: PASSOS FIRMES E OLHAR FIXO EM FRENTE…COM PACIÊNCIA E IMPECABILIDADE, SEM EXPECTATIVAS E SEM AFLIÇÃO 14725521_10210305702696918_2158756753504565864_n - Don Juan nos disse: -Ninguém pode saber o que cada guerreiro fará quando chegar ao seu poder pessoal. Tudo isso depende da impecabilidade e da liberdade de seu espírito. Mas o importante é o caminho e o trabalho de vocês até chegar lá. -Esperar para percorrer esse caminho e executar seus trabalhos é uma espera […] Full view

Don Juan nos disse:

-Ninguém pode saber o que cada guerreiro fará quando chegar ao seu poder pessoal. Tudo isso depende da impecabilidade e da liberdade de seu espírito. Mas o importante é o caminho e o trabalho de vocês até chegar lá.

-Esperar para percorrer esse caminho e executar seus trabalhos é uma espera muito especial. - disse Don Genaro de repente. - E vou contar-lhes a história de um bando de guerreiros impecáveis e implacáveis, que viveram a muito tempo naquelas montanhas, e que tem a ver com o caminho de vocês:

- Sempre que achavam que um membro daquele grupo de guerreiros cometia um ato que contrariava os regulamentos, o destino dele era levado à decisão de todos. O culpado tinha de explicar os motivos que o levaram a fazer o que fizera. Os camaradas tinham de escutá-lo; e depois, ou eles debandavam, por terem achado seus motivos convincentes, ou se enfileiravam com suas armas na orla de uma montanha, prontos para executar a sentença de morte, por terem julgado os motivos inaceitáveis. Nesse caso, o guerreiro condenado tinha de se despedir de seus velhos camaradas e iniciava-se sua execução.

- Além daquelas árvores localizava-se uma floresta cerrada. Depois de se despedir de seus camaradas, o guerreiro condenado devia começar a descer a encosta em direção as árvores. Seus camaradas então engatilhavam as armas e as apontavam para ele. Se ninguém atirasse, ou se o guerreiro sobrevivesse aos ferimentos e alcançasse a floresta, estaria livre.

Don Genaro continuou:
- Dizem que houve homens que conseguiram sair ilesos. Digamos que seu poder pessoal afetou seus camaradas. Uma onda percorreu-os enquanto faziam mira sobre ele e ninguém ousou usar a arma. Ou talvez estivessem tão assombrados com a bravura dele que não conseguiram fazer-lhe mal.

- Havia uma condição estabelecida para aquela caminhada fatal: o guerreiro tinha de andar calmamente, sem se afetar ou se alterar. Seus passos tinham de ser seguros e firmes, seu olhar devia estar fixo em frente, em paz. Ele tinha de descer sem tropeçar, sem virar para trás e sobretudo sem correr.

E por fim Don Genaro nos disse:
-Vocês deverão esperar como verdadeiros guerreiros até que suas tarefas estejam cumpridas e seu caminho percorrido. Essa espera parece muito com a caminhada do guerreiro da história.

- Entendam, o guerreiro tinha acabado seu tempo humano, e vocês também. A única diferença é quem está mirando vocês. Aqueles que estavam mirando o guerreiro eram seus camaradas implacáveis, mas o que está mirando vocês dois é o desconhecido, o Espírito, também implacável. A única chance de vocês é a sua impecabilidade. Devem caminhar sem olhar para trás. Devem esperar e caminhar sem contar com recompensas.

-E devem dedicar todo o seu poder pessoal a cumprir suas tarefas e percorrer seu caminho.

-Se vocês não agirem impecavelmente, se começarem a se afligir e ficar impacientes e desesperados, serão arrasados impiedosamente pelos atiradores do desconhecido. Se, por outro lado, sua coragem e seu poder pessoal forem tais que vocês sejam capazes de cumprir suas tarefas, então conseguirão a promessa de poder e a liberdade.

Fonte: Juan Tuma In Xamanismo Tolteca - o Caminho do guerreiro moderno.

O CAMINHO DO PODER PESSOAL: PASSOS FIRMES E OLHAR FIXO EM FRENTE…COM PACIÊNCIA E IMPECABILIDADE, SEM EXPECTATIVAS E SEM AFLIÇÃO

Don Juan nos disse:

-Ninguém pode saber o que cada guerreiro fará quando chegar ao seu poder pessoal. Tudo isso depende da impecabilidade e da liberdade de seu espírito. Mas o importante é o caminho e o trabalho de vocês até chegar lá.

-Esperar para percorrer esse caminho e executar seus trabalhos é uma espera muito especial. – disse Don Genaro de repente. – E vou contar-lhes a história de um bando de guerreiros impecáveis e implacáveis, que viveram a muito tempo naquelas montanhas, e que tem a ver com o caminho de vocês:

– Sempre que achavam que um membro daquele grupo de guerreiros cometia um ato que contrariava os regulamentos, o destino dele era levado à decisão de todos. O culpado tinha de explicar os motivos que o levaram a fazer o que fizera. Os camaradas tinham de escutá-lo; e depois, ou eles debandavam, por terem achado seus motivos convincentes, ou se enfileiravam com suas armas na orla de uma montanha, prontos para executar a sentença de morte, por terem julgado os motivos inaceitáveis. Nesse caso, o guerreiro condenado tinha de se despedir de seus velhos camaradas e iniciava-se sua execução.

– Além daquelas árvores localizava-se uma floresta cerrada. Depois de se despedir de seus camaradas, o guerreiro condenado devia começar a descer a encosta em direção as árvores. Seus camaradas então engatilhavam as armas e as apontavam para ele. Se ninguém atirasse, ou se o guerreiro sobrevivesse aos ferimentos e alcançasse a floresta, estaria livre.

Don Genaro continuou:
– Dizem que houve homens que conseguiram sair ilesos. Digamos que seu poder pessoal afetou seus camaradas. Uma onda percorreu-os enquanto faziam mira sobre ele e ninguém ousou usar a arma. Ou talvez estivessem tão assombrados com a bravura dele que não conseguiram fazer-lhe mal.

– Havia uma condição estabelecida para aquela caminhada fatal: o guerreiro tinha de andar calmamente, sem se afetar ou se alterar. Seus passos tinham de ser seguros e firmes, seu olhar devia estar fixo em frente, em paz. Ele tinha de descer sem tropeçar, sem virar para trás e sobretudo sem correr.

E por fim Don Genaro nos disse:
-Vocês deverão esperar como verdadeiros guerreiros até que suas tarefas estejam cumpridas e seu caminho percorrido. Essa espera parece muito com a caminhada do guerreiro da história.

– Entendam, o guerreiro tinha acabado seu tempo humano, e vocês também. A única diferença é quem está mirando vocês. Aqueles que estavam mirando o guerreiro eram seus camaradas implacáveis, mas o que está mirando vocês dois é o desconhecido, o Espírito, também implacável. A única chance de vocês é a sua impecabilidade. Devem caminhar sem olhar para trás. Devem esperar e caminhar sem contar com recompensas.

-E devem dedicar todo o seu poder pessoal a cumprir suas tarefas e percorrer seu caminho.

-Se vocês não agirem impecavelmente, se começarem a se afligir e ficar impacientes e desesperados, serão arrasados impiedosamente pelos atiradores do desconhecido. Se, por outro lado, sua coragem e seu poder pessoal forem tais que vocês sejam capazes de cumprir suas tarefas, então conseguirão a promessa de poder e a liberdade.

Fonte: Juan Tuma In Xamanismo Tolteca – o Caminho do guerreiro moderno.

Por: shakyamuni

2 Comentários

  • Adalton bernardes on

    Ola, boa tarde
    gostaria de saber se estas palavras de Don Genaro foi extraída de algum livro de Carlos Castañeda e qual seria? Belíssimas palavras, Gratidão!!!

    Responder
    • shakyamuni Autor do post on

      Amigo Adalton, vou ficar te devendo…mas vai aqui a dica do expert no assunto de onde me inspirei: Facebook de Juan Tuma…acho q ele terá prazer em te responder. Grande abraço.

      Responder

Deixe um comentário