Revista eletrônica de divulgação holística. Artigos, crônicas e parábolas de abordagens científicas e espirituais. Um portal de acesso para o autoconhecimento, a meditação e a consciência de viver com plenitude no aqui e no agora.
  • Home  /
  • Artigo   /
  • NADA É MAIS CURATIVO QUE AFETO, ACONCHEGO E PALAVRAS POSITIVAS
NADA É MAIS CURATIVO QUE AFETO, ACONCHEGO E PALAVRAS POSITIVAS article-1306283-0AECB534000005DC-937_468x387 - Um mãe traz de volta à vida seu bebê em duas horas de cuidados depois que os médicos já haviam pronunciado sua morte. Kate Ogg, uma mãe australiana que deu a luz a um casal de gêmeos de 27 semanas, depois de 3 horas de trabalho de parto não podia acreditar ao ouvir dos médicos […] Full view

Um mãe traz de volta à vida seu bebê em duas horas de cuidados depois que os médicos já haviam pronunciado sua morte. Kate Ogg, uma mãe australiana que deu a luz a um casal de gêmeos de 27 semanas, depois de 3 horas de trabalho de parto não podia acreditar ao ouvir dos médicos que seu filho Jamie não tinha conseguido sobreviver. Sua irmã gêmea Emily estava bem e saudável quando lhe foi entregue e o irmão tentou-se, com procedimentos médicos de 20 minutos, trazê-lo de volta a vida. Depois de não responder ao tratamento, os parentes tiveram que comunicar aos pais a triste notícia. Kate, incapaz de digerir a notícia de que seu filho estava morto, desenrolou-o de seu cobertor e o colocou sobre seu peito e em contato com sua pele. Kate e David, o pai de Jamie começaram a dizer-lhe seu nome, que ele tinha uma irmã e todas as coisas que eles poderiam fazer juntos na vida. Tocando e abraçando-o por 2 horas até que o pequeno bebê teve um súbito de buscar o ar. Mas os médicos desmistificaram que isto seria uma ação de reflexo. O bebê então buscou por mais e mais ar e a mãe o alimentou com um pouco do seu leite e o que parecia milagre, aconteceu. O bebê passou a respirar normalmente movendo seus olhos e sua cabeça, para a surpresa e felicidade de todos. article-1306283-0AEB63BF000005DC-92_468x415   Tradução e edição: Shakyamuni

NADA É MAIS CURATIVO QUE AFETO, ACONCHEGO E PALAVRAS POSITIVAS

Um mãe traz de volta à vida seu bebê em duas horas de cuidados depois que os médicos já haviam pronunciado sua morte.

Kate Ogg, uma mãe australiana que deu a luz a um casal de gêmeos de 27 semanas, depois de 3 horas de trabalho de parto não podia acreditar ao ouvir dos médicos que seu filho Jamie não tinha conseguido sobreviver. Sua irmã gêmea Emily estava bem e saudável quando lhe foi entregue e o irmão tentou-se, com procedimentos médicos de 20 minutos, trazê-lo de volta a vida. Depois de não responder ao tratamento, os parentes tiveram que comunicar aos pais a triste notícia.

Kate, incapaz de digerir a notícia de que seu filho estava morto, desenrolou-o de seu cobertor e o colocou sobre seu peito e em contato com sua pele. Kate e David, o pai de Jamie começaram a dizer-lhe seu nome, que ele tinha uma irmã e todas as coisas que eles poderiam fazer juntos na vida. Tocando e abraçando-o por 2 horas até que o pequeno bebê teve um súbito de buscar o ar. Mas os médicos desmistificaram que isto seria uma ação de reflexo. O bebê então buscou por mais e mais ar e a mãe o alimentou com um pouco do seu leite e o que parecia milagre, aconteceu. O bebê passou a respirar normalmente movendo seus olhos e sua cabeça, para a surpresa e felicidade de todos.

article-1306283-0AEB63BF000005DC-92_468x415

 

Tradução e edição: Shakyamuni

Por: shakyamuni

Deixe um comentário