Revista eletrônica de divulgação holística. Artigos, crônicas e parábolas de abordagens científicas e espirituais. Um portal de acesso para o autoconhecimento, a meditação e a consciência de viver com plenitude no aqui e no agora.
A SABEDORIA DE CADA CORPO corpo estar em si - Os caminhos trilhados pelo massagista e terapeuta corporal Amrit Jaganu levaram a diferentes abordagens da estrutura física, emocional e espiritual do ser humano. Em comemoração aos 20 anos dedicado ao aprofundamento nas técnicas associadas ao método GDS, ele conversou com o editor do Estar em Si sobre a abordagem holística aplicada ao trabalho corporal. São […] Full view

Os caminhos trilhados pelo massagista e terapeuta corporal Amrit Jaganu levaram a diferentes abordagens da estrutura física, emocional e espiritual do ser humano. Em comemoração aos 20 anos dedicado ao aprofundamento nas técnicas associadas ao método GDS, ele conversou com o editor do Estar em Si sobre a abordagem holística aplicada ao trabalho corporal.

São tantas as técnicas hoje disponíveis no mercado. Como descobrir o que é um tipo de massagem benéfica?

Se você não conhece nenhum tipo de massagem e quer experimentar, ou então está precisando de um trabalho corporal devido a dores ou ao estresse, minha sugestão é primeiro ir em busca de um profissional indicado por alguém conhecido, que já tenha recebido algumas sessões desse massagista. Outra possibilidade é navegar no vasto universo de informações da internet e ao agendar uma sessão, informar-se a respeito da experiência e do conhecimento técnico do profissional ali indicado. Depois, é hora do próprio teste prático: fazer a sessão e observar os resultados em si mesmo.

O que o cliente pode esperar como benefícios, no momento em que passa a submeter-se regularmente a sessões de massagem?

Considero esse tipo de trabalho regular a melhor e mais eficaz forma de prevenção disponível - um verdadeiro investimento a favor do bem-estar. As manipulações profundas que as boas técnicas oferecem, contribuem para uma melhora geral das condições do organismo, reduzindo o estresse e trazendo atenção necessária par as funções do dia a dia. Quando seu corpo passa a contar com o apoio de manobras sobre o tecido conjuntivo e derme, por exemplo, esses sistemas se tonificam, envolvendo com mais elasticidade a musculatura e tornando também mais eficiente a eliminação de toxinas. 

Nesse sentido é possível considerar a massagem um instrumento que contribui para a promoção da saúde e da qualidade de vida?

Sem a menor sobra de dúvida. Eu alinharia a massagem junto a recursos como exercício físico e a boa alimentação: são fundamentais não apenas para desfrutarmos de uma vida saudável, mas para que tenhamos verdadeira disposição e prazer naquilo que experimentamos em nosso cotidiano. No contexto caótico em que nossa civilização se encontra, cuidar do físico e fazer uso de técnicas de meditação são, na minha opinião, práticas necessárias para se alcançar o equilíbrio. Elas nos auxiliam a lidar não só com os problemas de cada dia, mas também com situações extremas.

É possível fazer alguma conexão entre a influência da massagem e a busca por uma abordagem mas espiritualizada da vida?

Eu penso que quando resistimos muito a entrar em contato com tudo aquilo que se manifesta de forma inconsciente em nossas vidas, alguma coisa acaba acontecendo - no plano emocional, no profissional, nas relações, no físico - para nos levar a tomar um caminho em busca de cura, respostas, entendimento, etc. Na minha prática, observo que cresce o número de pessoas que percebe a massagem como parte desse caminho de rearmonização - ela tem o potencial de colocar a pessoa em contato direto com suas verdadeiras sensações, a partir daí, é muito mais fácil acessar um nível profundo de espiritualidade.

Como você vê o papel da massagem num país que investe ainda em uma abordagem da saúde tão centrada no uso de remédios - ou seja, combate-se as doenças depois que elas se manifestam?

Infelizmente, diante do tamanho de nossa população, ainda é muito pequeno o número de pessoas que valorizam a massagem ou outras técnicas capazes de prevenir a maiorias das disfunções orgânicas a que normalmente estamos submetidos em nosso cotidiano. Aos poucos surgem experiências - aparentemente muito bem sucedidas - de centros de saúde do SUS que oferecem para a população terapias complementares, como ioga, a acupuntura e a massagem. Espero que essa abertura leve também ao reconhecimento de trabalhos de maior complexidade técnica, como as Cadeias Articulares e Musculares GDS, capaz inclusive de tratar algumas patologias de estrutura, como hérnia de disco (evitando em muitos casos até a cirurgia), ciatalgias e lombalgias.

Sabe-se que nossos corpos refletem tanto as tensões e pressões do dia-a-dia quanto os padrões de caráter e comportamento definidos a partir da infância. A massagem pode interferir nesses aspectos?

Existem muitas teorias a respeito da origem das doenças e disfunções físicas. Particularmente, a que considero mais coerente é a que faz a associação entre o aspecto orgânico e as questões ligadas aos planos sentimental. emocional, comportamental ou psicológico. Essa é também a visão de Madame Godelieve Denys-Stryf, francesa que criou o método GDS de cadeias musculares e articulares. Ela aponta que, inicialmente por um comportamento preferencial, repetitivo - e, com mais razão, se o gesto for contido, bloqueado por várias causas de natureza social -, o corpo torna-se portador de marcas; ou seja, ele passa a desenvolver indícios reveladores de certas predisposições e sofrimentos.

Uma abordagem preventiva (a mais interessante) ou uma ação curativa seriam possíveis graças à "leitura" desses indícios. Não se deveria encarar levianamente um certo modo de manter a cabeça, pois ele poderia estar apontando uma falta de concentração ou falhas de memória. Ou uma certa atitude dos ombros, que poderia explicar a tendência a gritos, crises, pulsões violentas. Ou ainda, certos "fechamentos" em diversos pontos do corpo, que poderiam levar à compreensão do rápido esgotamento da capacidade criativa e do poder de realização. Essas disposições serão contornadas se nos tornarmos conscientes e vigilantes - a partir de um diagnóstico preciso, a massagem, o trabalho corporal ou outras tantas formas de intervenção poderão ser aplicadas com ótimos resultados. 

http://estaremsi.com.br/formacao-em-massagem-terapeutica-com-jaganu/

A SABEDORIA DE CADA CORPO

Os caminhos trilhados pelo massagista e terapeuta corporal Amrit Jaganu levaram a diferentes abordagens da estrutura física, emocional e espiritual do ser humano. Em comemoração aos 20 anos dedicado ao aprofundamento nas técnicas associadas ao método GDS, ele conversou com o editor do Estar em Si sobre a abordagem holística aplicada ao trabalho corporal.

São tantas as técnicas hoje disponíveis no mercado. Como descobrir o que é um tipo de massagem benéfica?

Se você não conhece nenhum tipo de massagem e quer experimentar, ou então está precisando de um trabalho corporal devido a dores ou ao estresse, minha sugestão é primeiro ir em busca de um profissional indicado por alguém conhecido, que já tenha recebido algumas sessões desse massagista. Outra possibilidade é navegar no vasto universo de informações da internet e ao agendar uma sessão, informar-se a respeito da experiência e do conhecimento técnico do profissional ali indicado. Depois, é hora do próprio teste prático: fazer a sessão e observar os resultados em si mesmo.

O que o cliente pode esperar como benefícios, no momento em que passa a submeter-se regularmente a sessões de massagem?

Considero esse tipo de trabalho regular a melhor e mais eficaz forma de prevenção disponível – um verdadeiro investimento a favor do bem-estar. As manipulações profundas que as boas técnicas oferecem, contribuem para uma melhora geral das condições do organismo, reduzindo o estresse e trazendo atenção necessária par as funções do dia a dia. Quando seu corpo passa a contar com o apoio de manobras sobre o tecido conjuntivo e derme, por exemplo, esses sistemas se tonificam, envolvendo com mais elasticidade a musculatura e tornando também mais eficiente a eliminação de toxinas. 

Nesse sentido é possível considerar a massagem um instrumento que contribui para a promoção da saúde e da qualidade de vida?

Sem a menor sobra de dúvida. Eu alinharia a massagem junto a recursos como exercício físico e a boa alimentação: são fundamentais não apenas para desfrutarmos de uma vida saudável, mas para que tenhamos verdadeira disposição e prazer naquilo que experimentamos em nosso cotidiano. No contexto caótico em que nossa civilização se encontra, cuidar do físico e fazer uso de técnicas de meditação são, na minha opinião, práticas necessárias para se alcançar o equilíbrio. Elas nos auxiliam a lidar não só com os problemas de cada dia, mas também com situações extremas.

É possível fazer alguma conexão entre a influência da massagem e a busca por uma abordagem mas espiritualizada da vida?

Eu penso que quando resistimos muito a entrar em contato com tudo aquilo que se manifesta de forma inconsciente em nossas vidas, alguma coisa acaba acontecendo – no plano emocional, no profissional, nas relações, no físico – para nos levar a tomar um caminho em busca de cura, respostas, entendimento, etc. Na minha prática, observo que cresce o número de pessoas que percebe a massagem como parte desse caminho de rearmonização – ela tem o potencial de colocar a pessoa em contato direto com suas verdadeiras sensações, a partir daí, é muito mais fácil acessar um nível profundo de espiritualidade.

Como você vê o papel da massagem num país que investe ainda em uma abordagem da saúde tão centrada no uso de remédios – ou seja, combate-se as doenças depois que elas se manifestam?

Infelizmente, diante do tamanho de nossa população, ainda é muito pequeno o número de pessoas que valorizam a massagem ou outras técnicas capazes de prevenir a maiorias das disfunções orgânicas a que normalmente estamos submetidos em nosso cotidiano. Aos poucos surgem experiências – aparentemente muito bem sucedidas – de centros de saúde do SUS que oferecem para a população terapias complementares, como ioga, a acupuntura e a massagem. Espero que essa abertura leve também ao reconhecimento de trabalhos de maior complexidade técnica, como as Cadeias Articulares e Musculares GDS, capaz inclusive de tratar algumas patologias de estrutura, como hérnia de disco (evitando em muitos casos até a cirurgia), ciatalgias e lombalgias.

Sabe-se que nossos corpos refletem tanto as tensões e pressões do dia-a-dia quanto os padrões de caráter e comportamento definidos a partir da infância. A massagem pode interferir nesses aspectos?

Existem muitas teorias a respeito da origem das doenças e disfunções físicas. Particularmente, a que considero mais coerente é a que faz a associação entre o aspecto orgânico e as questões ligadas aos planos sentimental. emocional, comportamental ou psicológico. Essa é também a visão de Madame Godelieve Denys-Stryf, francesa que criou o método GDS de cadeias musculares e articulares. Ela aponta que, inicialmente por um comportamento preferencial, repetitivo – e, com mais razão, se o gesto for contido, bloqueado por várias causas de natureza social -, o corpo torna-se portador de marcas; ou seja, ele passa a desenvolver indícios reveladores de certas predisposições e sofrimentos.

Uma abordagem preventiva (a mais interessante) ou uma ação curativa seriam possíveis graças à “leitura” desses indícios. Não se deveria encarar levianamente um certo modo de manter a cabeça, pois ele poderia estar apontando uma falta de concentração ou falhas de memória. Ou uma certa atitude dos ombros, que poderia explicar a tendência a gritos, crises, pulsões violentas. Ou ainda, certos “fechamentos” em diversos pontos do corpo, que poderiam levar à compreensão do rápido esgotamento da capacidade criativa e do poder de realização. Essas disposições serão contornadas se nos tornarmos conscientes e vigilantes – a partir de um diagnóstico preciso, a massagem, o trabalho corporal ou outras tantas formas de intervenção poderão ser aplicadas com ótimos resultados. 

FORMAÇÃO EM MASSAGEM TERAPÊUTICA COM JAGANU

Por: shakyamuni

Deixe um comentário